Construção e avaliação de propriedades psicométricas iniciais do Inventário de Pensamentos Automáticos Negativos e Positivos para Adolescentes (IPANPA)

Coordenador Discente: Mariana Verdolin Guilherme Froeseler

Orientador: Prof. Maycoln Teodoro

Início: 2012

 
Descrição: Desde o surgimento do modelo cognitivo de Beck grande interesse tem sido demonstrado na avaliação do papel de diferentes cognições no desenvolvimento e manutenção de psicopatologias. Pesquisas conduzidas com indivíduos de diferentes faixas etárias confirmam a importância dos pensamentos automáticos na compreensão de diversos transtornos mentais. Contudo, pouca atenção tem sido dada ao desenvolvimento de instrumentos de avaliação sistemática, sobretudo no contexto brasileiro. Dessa forma, o presente estudo teve por objetivo a construção e verificação de propriedades psicométricas iniciais do Inventário de Pensamentos Automáticos Negativos e Positivos para Adolescentes (IPANPA). Elaborado através de três estudos interdependentes e com procedimentos metodológicos específicos, o instrumento avalia a frequência com a qual adolescentes têm pensamentos positivos e negativos sobre si mesmos, sobre os outros e sobre o futuro. Foram encontrados bons índices de validade de conteúdo e consistência interna entre os resultados, indicando no IPANPA um instrumento promissor na avaliação de PAs em adolescentes. Outros estudos deverão ser empreendidos a fim de confirmar a estrutura bifatorial encontrada nas análises preliminares e estabelecer índices de validade convergente e discriminante.