Projetos de Extensão

Avaliação e Intervenção Cognitivo-Comportamental para Depressão em Pacientes Diabéticos

    A depressão é um transtorno do humor que acarreta prejuízos em diferentes aspectos da vida social e cognitiva do indivíduo, sendo o impacto dessa doença especialmente acentuado em pacientes crônicos, como os pacientes portadores de diabetes. Há evidências de que cerca de 10 a 15% dos diabéticos apresentem sintomas depressivos durante o curso da doença. A presença da depressão potencializa os impactos negativos no controle do diabetes, o que pode dificultar o tratamento e, consequentemente, diminuir a qualidade de vida do paciente. Tendo em vista esse quadro de sofrimento psicológico é importante que os pacientes diabéticos com depressão recebam além do tratamento tradicional a intervenção psicoterapêutica que favoreça tanto a diminuição dos sintomas depressivos quanto o aumento do repertório comportamental e social, impactando na saúde mental deles. Nesse sentido, o presente projeto de extensão propõe um conjunto de atividades que envolvem a participação de docentes, alunos de graduação e de pós-graduação na capacitação profissional e implementação de serviços de atenção psicológica no ambulatório do Serviço de Endocrinologia do Hospital das Clínicas da UFMG. 
    Esta proposta nasceu da parceria do LabCog com o Serviço Especial de Endocrinologia e Metabologia (SEEM) do Ambulatório Borges da Costa do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participa da investigação ainda o Laboratório de Pesquisa e Intervenção Cognitivo-Comportamental, coordenado pela Professora Carmem Beatriz Neufeld (USP, Ribeirão Preto). A parceria estabelecida com o Hospital das Clínicas da UFMG permite oferecer aos pacientes um serviço de atendimento psicológico composto pela avaliação e intervenção psicológica aos pacientes diabéticos. Propondo a investigação de transtornos mentais, sintomas depressivos e a qualidade de vida dos pacientes diabéticos, bem como a criação de um programa de intervenção cognitivo-comportamental em grupo para depressão com a colaboração desses pacientes, além de oficinas psicoeducativas sobre a associação diabetes-depressão. Todo o processo implicará na produção de conhecimento sobre a prevenção e tratamento da depressão nos pacientes diabéticos, além da capacitação dos estudantes de graduação envolvidos.
 
Equipe: É composta por professores doutores, especialistas na área, por alunos de pós-graduação com experiência clínica e conhecimentos teóricos sobre o assunto, e alunos de graduação dos cursos de psicologia e medicina da UFMG.
Orientação: Prof. Dr. Maycoln Teodoro
Coordenação: Priscilla Ohno e Alessandra Assumpção

 

Local de realização: Serviço de Endocrinologia e Metabologia do Ambulatório Borges da Costa do Hospital das Clínicas e no Serviço de Psicologia Aplicada, ambos da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte – Minas Gerais.

Público Alvo: Participarão da avaliação psicológica e das oficinas psicoeducativas todos os pacientes adultos diabéticos que frequentam o Ambulatório de Endocrinologia do Hospital das Clínicas da UFMG e que desejarem participar. Para a intervenção terapêutica serão selecionados apenas aqueles pacientes diagnosticados com diabetes tipo 2 e transtorno depressivo, uma vez que esse grupo clínico tem maior prevalência e para homogeneizar o processo. Todos atendidos no Ambulatório de Endocrinologia do Hospital das Clínicas da UFMG.